Rádio Itatiaia

Após Bolsonaro ser criticado por tuíte, aliados gravam vídeos defendendo presidente

Após várias críticas a Jair Bolsonaro, ao menos dois de seus aliados divulgaram vídeos nesta quinta-feira em defesa do presidente da República. Em uma gravação de menos de um minuto, o senador Major Olímpio (PSL-SP) tenta explicar a intenção do correligionário. "O presidente usou de uma comunicação dura, mas direta, da forma que sempre fez para se dirigir à população", diz.

Diferentemente de Bolsonaro, no entanto, Olímpio afirma que o ato divulgado por Bolsonaro é algo que "extrapola a folia do carnaval". "Coisa descabida para se fazer em público", ressalta.

Bolsonaro divulgou no Twitter, na noite de terça-feira (5), um vídeo no qual dois homens aparecem em atos obscenos no carnaval. O presidente publicou as imagens dizendo que "é isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro".

O deputado Marco Feliciano (PSC-SP) também divulgou um vídeo nesta quinta-feira com o título: "Eu escolho o lado do presidente Bolsonaro e você?". Ele afirma que ficar em cima do muro é "muito desconfortável" e diz que há hoje no país uma caça aos conservadores. Feliciano também pede que os homens que aparecem no vídeo de Bolsonaro sejam identificados pela polícia.

A repercussão do tuíte de Bolsonaro causou desconforto no núcleo central do governo. A polêmica publicação do presidente gerou críticas entre seus opositores e mesmo entre os apoiadores nas redes sociais. Houve também repercussão internacional. O Palácio do Planalto precisou divulgar uma nota no início da noite dessa quarta (6) para explicar a atitude de Bolsonaro.

Outras Notícias

Em BH

Inquérito conclui que jovem que se envolveu em briga no Carnaval de BH morreu por uso de 'loló'

Em crise desde 2014

Após boa taxa de ocupação no Carnaval, hotéis de BH voltam ao período de 'vacas magras'

ambiente pesado

Mãe do volante Rabiot critica PSG e Neymar: 'Tem jogador que pode ir ao carnaval'